RIPE NCC sem endereços IPv4

“Em 25 de novembro de 2019, fizemos nossa última alocação de um /22 IPv4 a partir dos últimos endereços restantes em nosso pool disponível. Agora ficamos sem endereços IPv4”. O Centro Europeu de Coordenação de Redes IP, a RIPE NCC está sem endereços IPv4. O momento de transição de que todos que trabalham com rede ouvem (há pelo menos uns 20 anos) está cada vez mais próximo. E você, está pronto para trabalhar com IPv6?

“Nosso anúncio não será uma surpresa para as operadoras de rede – o esgotamento do IPv4 já é esperado e planejado pela comunidade RIPE. De fato, é devido à administração responsável pela comunidade desses recursos que conseguimos fornecer a milhares de novas redes em nossa região de serviço alocações /22 após atingirmos o último /8 em 2012”.

Endereços IPv4 recuperados e a lista de espera

Apesar de termos acabado, continuaremos a recuperar endereços IPv4 no futuro. Eles virão de organizações que fecharam as portas, que estão fora de circulação ou de redes que retornam endereços de que não precisam mais. Esses endereços serão alocados aos nossos membros (LIRs) de acordo com sua posição em uma nova lista de espera que agora está ativa.

Embora esperemos, portanto, alocar o IPv4 por algum tempo, essas pequenas quantidades não chegarão nem perto dos milhões de endereços que as redes de nossa região precisam hoje. Somente os LIRs que nunca receberam uma alocação IPv4 do RIPE NCC (de qualquer tamanho) podem solicitar endereços da lista de espera e são elegíveis apenas para receber uma única alocação /24. Os LIRs que enviaram uma solicitação IPv4 podem ver sua posição na lista de espera no Portal LIR.

RIPE NCC sem endereços IPv4. Esquema mundial dos registradores: RIPE NCC, APNIC, AFRINIC, LACNIC e ARIN e suas respectivas regiões no mapa.
Registradores, da direita para a esquerda: RIPE NCC, APNIC, AFRINIC, LACNIC e ARIN e suas respectivas regiões no mapa.

Mais progresso no IPv6

Este evento é mais um passo no caminho da exaustão global do espaço de endereçamento IPv4 restante. Nos últimos anos, vimos o surgimento de um mercado de transferências IPv4 e um maior uso da CGNAT (Carrier Grade Network Address Translation) em nossa região. Existem custos e compensações com ambas as abordagens e nenhuma resolve o problema subjacente, que é o fato de que não há endereços IPv4 suficientes para todos.

Sem a implantação em larga escala do IPv6, corremos o risco de seguir para um futuro em que o crescimento da Internet é desnecessariamente limitado. Não pela falta de engenheiros de rede qualificados, equipamento técnico ou investimento, mas pela falta de identificadores de rede exclusivos. Ainda há um longo caminho a percorrer, e pedimos a todas as partes interessadas que desempenhem seu papel no suporte à implementação do IPv6.

Ademais, o RIPE NCC, deixa claro que está aberto para apoiar seus membros e a comunidade RIPE em geral neste trabalho. Além de alocar os recursos IPv6 que serão necessários, eles continuarão a fornecer conselhos, treinamento, medições e ferramentas para ajudar os operadores de rede à medida que eles colocam seus planos de implantação em ação.

IPv6 no Brasil

Assim como o RIPE, o LACNIC (Registro de Endereçamento da Internet para a América Latina e o Caribe) também já esgotou há tempos seus endereços v4. Em função disso, o NIC.br (Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR) fornece, em sua plataforma online, um curso à distância: curso de IPv6 Básico, que é gratuito e ensina desde o conceito dos endereços e do protocolo de internet até a aplicação e uso do v6 em equipamentos – com simulações em Máquina Virtual e exercícios. A finalidade do curso é auxiliar os profissionais a se adaptar ao novo tipo de endereçamento, difundindo as boas práticas desta versão do protocolo.

Tela do curso do NIC.br sobre IPv6 com os módulos e seções do programa.

Em suma, todos os registradores parecem otimistas e animados para ver o que o próximo capítulo trará. Então, vamos trabalhar – e juntos, moldaremos o futuro da Internet.

Traduzido e adaptado de RIPE NCC. The RIPE NCC has run out of IPv4 addresses. Disponível em: <https://www.ripe.net/publications/news/about-ripe-ncc-and-ripe/the-ripe-ncc-has-run-out-of-ipv4-addresses>. Acesso em: 28 jan. 2020.

Gostou deste artigo? Leia também “O que seria necessário para desligar toda a Internet?“.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *